Petrobras, Vale, Engie, EDP, Minerva, Nubank e os destaques do dia

108

Com as negociações impulsionadas pela alta dos bancos, o Ibovespa subiu 0,96% no pregão de ontem(23), o índice chegou a 119.534 pontos, renovando a máxima histórica, alguns destaques prometem movimentar o mercado nesta sexta-feira (24).

Destaques do dia
Destaques do dia

Petrobras

Petrobras (PETR3)informou na última quinta-feira (23) que iniciou a fase não vinculante para a venda de 100% de sua parte na BSBios Biodiesel. A operação será realizada por intermédio da venda de ações da companhia detidas pelo braço de biocombustíveis da estatal, Petrobras Biocombustíveis (PBio).

A petroleira afirmou em um comunicado que os possíveis compradores habilitados para esta fase receberão um documento com informações detalhadas da empresa e direções para o processo completo.

Vale

A produção de minério de ferro da Vale (VALE3) de 2020 deve voltar ao nível que alcançou antes da tragédia com o rompimento da barragem de Brumadinho no ano passado. Quem afirmou isso foi o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

De acordo com o ministro, a Vale irá recuperar sua produção máxima do ano passado e ainda elevará o volume produzido para o ano que vem.

EDP

Engie (EGIE3) e a EDP (ENBR3) concluíram um acordo para a criação de uma joint-venture em energia eólica “offshore”. A nova empresa terá operações tanto fixas quanto flutuantes, de acordo com o comunicado divulgado.
A assinatura do negócio acontece oito meses depois de que a Engie e a EDP Renováveis anunciaram um memorando de entendimento para a formação da parceria, que “une a expertise industrial e a capacidade de desenvolvimento de ambas as companhias”, segundo comunicado.

Minerva

Minerva informou que captou R$ 1,235 bilhão com uma oferta de ações a R$ 13. O desconto no valor foi de 8,9% em relação ao fechamento de R$ 14,27 no dia anterior a operação. Do valor captado, R$ 1,030 bilhão irá para o caixa da empresa. As novas ações serão negociadas na bolsa nos dias 27 e 28 deste mês.

Braskem

Braskem (BRKSM3) comunicou que irá fechar sua fábrica de cloro-soda em Camaçari, na Bahia, pois a unidade chegou ao fim da vida útil. De acordo com a petroquímica, a unidade funciona há cerca de 40 anos e tem capacidade de produção anual de 79 mil toneladas de soda cáustica e 64 mil toneladas de cloro.

Nubank

O Nubank anunciou, na última quinta-feira (23), o início das operações de sua gestora de investimentos. A Nu Investimentos, como é denominada, será utilizada para administrar o caixa do banco digital em busca de mais eficiência.

Além da administração de caixa, a gestora do Nubank também está habilitada a gerenciar e distribuir fundos de investimento próprios. No entanto, o banco informou que, inicialmente, continuará com foco em solucionar problemas financeiros de seus clientes.

Com informações da Suno Research