Oi (OIBR3) finalmente vai concluir venda da unidade móvel

29

Após muita expectativa, a operadora Oi (OIBR3;OIBR4) comunicou ao mercado nesta quarta-feira (13) que deve concluir a venda da unidade móvel, ou a UPI de Ativos Móveis, em 20 de abril. A companhia, em recuperação judicial, vendeu o ativo para o consórcio formado por Vivo (VIVT3), TIM (TIMS3) e Claro por um valor de R$ 16,5 bilhões em dezembro de 2020.

Foto reprodução

As companhias informaram em comunicado terem trocado notificações confirmando o cumprimento ou dispensa, conforme o caso, de “todas as condições precedentes para a conclusão da operação e, nos próximos dias, darão continuidade aos procedimentos necessários para o fechamento”.

A Oi informou ainda que, em função do fechamento da operação, foi iniciada oferta pública para aquisição em dinheiro de todas as Notes com Garantia Sênior com vencimento em 2026 e juros remuneratórios semestrais de 8,750%, com valor do principal agregado de US$ 880 milhões.

A operadora também informou que o valor de recompra será de US$ 1.029,17 por título.

A OPA será encerrada às 17h, horário de Nova Iorque, em 20 de abril de 2022, a menos que seja prorrogada pela Oi, a seu exclusivo critério.

A oferta pública de aquisição está sendo feita em cumprimento às obrigações por ela assumidas na escritura de emissão das Notes, datada de 30 de julho de 2021.