BNDES quer vender todas ações ordinárias da Petrobras (PETR3)

34

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) comunicou a Petrobras (PETR3) sobre sua intenção de avaliar a venda de até a totalidade de ações ordinárias da empresa detidas pela instituição, segundo nota da petroleira ao mercado nesta sexta-feira.

A operação seria feita por meio de uma oferta pública secundária de ações, com esforços de distribuição no Brasil e o no exterior, acrescentou a Petrobras.

Em 30 de novembro de 2019, o BNDES detinha 734.202.699 ações ordinárias da Petrobras, representando cerca de 10% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia, segundo a nota.

Ações ordinárias da Petrobras (PETR3) caem
Ações ordinárias da Petrobras (PETR3) caem

A Petrobras disse ainda que a “comunicação não deve ser considerada como anúncio de oferta”.

Disse também que o BNDES aprovou o início de processo seletivo de contratação de assessores para a transação, além de que o banco começou estudos para detalhar seus termos e condições da venda, incluindo a quantidade de ações e o cronograma do processo.

Ações ordinárias da Petrobras (PETR3) caem forte

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) recuaram 4,69%, a R$ 31,33 no dia. Uma queda um pouco superior aos papéis preferenciais (PETR4), em baixa de 3,20%, a R$ 29,98.

Somadas, as ações representam mais de 12% da carteira do Ibovespa, que subiu 0,33%.

Hoje, a Petrobras informou em comunicado, que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) avalia vender papéis ordinários da estatal. O banco é dono de mais de 734,2 milhões de papéis, o equivalente a 10%.

Segundo a Planner, a possibilidade de uma venda tão expressiva de ações pode comprometer a valorização de Petrobras ON no curto prazo. Porém, após a operação, haverá o benefício do aumento da liquidez deste tipo de ação.

De acordo com a Planner, o valor de mercado desta posição do BNDEs é de R$ 24,1 bilhões, considerando a cotação de ontem.

Fontes: Valor Investe e Reuters