7 destaques que devem impactar o mercado financeiro nesta segunda-feira (27)

107

No último pregão, O Ibovespa se inclinou à realização de lucros depois de ter renovado máximas históricas de fechamento por duas vezes. O principal índice da B3 que fechou em baixa de 0,96%, a 118.376,36 pontos promete fortes emoções para essa segunda-feira (27), apesar da forte pressão externa por conta do Coronavírus, segue abaixo 7 destaques que devem impactar o mercado local.

7 destaques que devem impactar o mercado financeiro
7 destaques que devem impactar o mercado financeiro

Copasa (CSMG3)

A agência de classificação de risco Moody’s elevou os ratings corporativos da Copasa – Companhia de Saneamento de Minas Gerais. Segundo a filial latino-americana da agência americana, as notas foram elevadas de Ba4 para Ba2 na escala global, e de A1.br para Aa3.br na escala nacional do Brasil. A perspectiva dos ratings, antes positiva, foi alterada para estável. A Moody’s avaliou que a Copasa teve um “sólido desempenho operacional” que levou à manutenção de métricas de crédito fortes. A agência também destacou aumentos tarifários e melhoria da estrutura de governança corporativa como fatores recentes para a elevação das notas.

Omega (OMGE3)

A Omega Geração, empresa de energia elétrica em Minas Gerais, comunicou que o nível pluviométrico muito alto nos últimos dias fez o rio Pardo Pequeno transbordar, no último sábado, superando o limite do reservatório da usina de Serra das Agulhas. A empresa afirma que ocorreram avarias na barragem. A usina foi desligada no sábado e passará por inspeções para reparos.

Taurus

A Taurus (TASA3)anunciará nesta segunda-feira (27) a assinatura de uma joint-venture com o indiano Jindal Group.

A ideia do negócio é fazer com que o Jindal Group passe a fabricar armamento na Índia com tecnologia brasileira. O acordo está há quase um ano em negociações.

Caixa

A Caixa Econômica Federal irá realizar a abertura de capital de alguns setores da empresa. Com isso, a instituição financeira deve ser responsável por aproximadamente 50% do volume de oferta pública inicial (IPOs) de 2020.

JSL (JSLG3)

A JSL, uma das maiores empresas de logística e transportes do Brasil, informou hoje que está avaliando uma oferta pública de ações da sua subsidiária Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos S.A. Segundo a JSL, a possibilidade da oferta ainda “depende das condições dos mercados, nacional e internacional”.

Especialistas acreditam que R$ 50 bilhões serão movimentados no mercado com essas operações. Do total, R$ 25 bilhões devem vir da Caixa Seguridade, da rede Lotéricas e da operação de cartões da estatal.

As operações fazem parte do plano de desestatização da Caixa para gerar recursos e pagar a dívida de aproximadamente de R$ 30 bilhões com o Tesouro Nacional.

Vale

A Vale (VALE3) realizou um novo alerta sobre a Barragem Sul Inferior, da Mina Gongo Soco, em Barão de Cocais, Minas Gerais, por conta das fortes chuvas na região no último fim de semana. As chuvas já fizeram 44 mortos na região.

“Em razão das fortes chuvas na região, ocorreu uma erosão na parte interna do reservatório da estrutura, que se mantém estável”, informou a Vale em comunicado no sábado (25).

Eneva

A Eneva (ENEV3)informou ao mercado que irá emitir 600 mil debêntures simples, que chega ao total de R$ 600 milhões. O Itaú Unibanco será o responsável pela formação de mercado da operação.

A Agenda do Dia da Suno mostra os principais acontecimentos que prometem movimentar o mercado durante o dia.