10 razões para Investir em Fundos Imobiliários

61

Nao importa se você está começando a investir agora ou buscando diversificar sua carteira de investimentos. Investir em fundos imobiliários é fantástico para médio e longo prazo. Tanto para o investidor conservador como o mais agressivo. Por isso separei para você 11 motivos para investir em fundos imobiliários.

Foto reprodução

Se você ainda não sabe como é o funcionamento dos FIIs eu recomendo a leitura do artigo em que comparo o investimento nos imóveis físicos com fundos imobiliários. Chega de papo furado e vamos aos motivos para investir em fundos imobiliários.

1) Acesso a empreendimentos de qualidade

Fundos imobiliários reúnem diversos investidores que juntos representam um volume de investimento significativo. Este volume significativo de recursos acaba abrindo muitas portas o que permite que estes fundos adquiram imóveis (ou mesmo uma participação) de alta qualidade tais como:

  • Shoppings;
  • Hospitais;
  • Faculdades;
  • Galpões de logística;
  • Prédios comerciais;

Estes imóveis chegam a ter um custo de 500 milhões de reais e não são acessíveis aos pequenos investidores no mercado físico, mas isso é totalmente possível através dos fundos imobiliários. Por isso este é um dos melhores motivos para investir em fundos imobiliários.

2) Acesso a inquilinos de primeira linha

A lógica é a mesma pelo grande volume de recursos. Assim como através de um fundo imobiliário você tem acesso a imóveis de primeira linha os inquilinos obviamente também serão de primeira linha e grande porte.

A vantagem de ter inquilinos de renome é que o risco de haver problema é relativamente menor. Já pensou ter inquilinos como:

  • Banco do Brasil;
  • Santander;
  • Lojas Americanas;
  • Caixa Econômica Federal;
  • HP;
  • Peugeot;

3) Isenção de IR nos rendimentos

Ao investir em um imóvel físico, quando receber o aluguel do seu imóvel você será tributado pela tabela progressiva de imposto de renda e a tributação pode chegar a 27,50%.

Um motivos para investir em fundos imobiliários é a isenção do imposto de renda sobre os rendimentos para pessoas físicas.

Para que essa isenção existe existem alguns pré-requisitos:

Quanto a tributação dos FIIs um ponto de atenção é que o ganho de capital é tributado em 20% enquanto nos imóveis físicos é de 15%. Porém se os custos forem analisados como um todo sua negociação mesmo com o pagamento de imposto de renda em 20% ainda é muito mais barata do que a negociação dos imóveis físicos porque os demais custos são muito menores.

4) Liquidez

Todos os investimentos sem nenhuma exceção possuem riscos. Ao investir em imóveis físicos o maior risco é o risco de liquidez (dificuldade de transformar o imóvel em dinheiro no curto prazo).

Uma das vantagens dos fundos imobiliários sobre os imóveis físicos é a grande liquidez que os FIIs apresentam. Você pode vender suas cotas de fundos imobiliários a qualquer momento (nos maiores FIIs é possível vender valores de R$ 500.000,00 em um dia sem dificuldades). Para fazer isso, basta abrir seu Home Broker e vendê-lo a preço de mercado.

Já seu imóvel físico será necessário procurar uma imobiliária e aguardar algum comprador fazer uma oferta.

5) Custos de compra e venda

Nos fundos imobiliários os custos são muito menores. A corretagem através do Home Broker é fixa e normalmente não ultrapassa R$18,90 e os emolumentos sobre o valor da compra são de aproximadamente 0,03% sobre o valor da negociação.

Como se isso não bastasse tem ainda mais boas notícias. Algumas corretoras de valores já cobram corretagem zero para fundos imobiliários tal como a Rico.com.vc e a Socopa.

6) Diversificação

Outro dos grandes motivos para investir em fundos imobiliários é a facilidade de se diversificar o investimento em imóveis. Com aproximadamente R$ 110,00 é possível comprar cotas do fundo BRCR11 que possui diversos imóveis nas principais cidades do país. Dessa forma você tem diversos inquilinos em diversas regiões distintas, algo inimaginável com pouco mais de R$ 100,00 com imóveis físicos.

Outra forma de diversificação é que com R$ 1.000,00 por exemplo você pode comprar diferentes fundos imobiliários. Com esse valor você pode optar por investir em imóveis comerciais de escritórios, shopping centers, hoteis, hospitais, faculdades e diversos outros setores.

7) Maior rentabilidade

A rentabilidade dos FIIs normalmente é bem maior do que de um imóvel físico. Isso acontece por dois motivos. A qualidade do imóvel e dos inquilinos e pela vantagem da isenção do imposto de renda.

Junto a rentabilidade podemos também considerar como um dos motivos para investir em fundos imobiliários a menor taxa de vacância devido a facilidade de diversificação como comentei no item 6.

8) Praticidade

Para comprar ou vender um imóvel é preciso uma série de certidões, anuência do cônjuge, custos caros de corretagem, imposto de transmissão de imóveis e mais o cartório. Tudo isso sem falar que os imóveis físicos apresentam pouca liquidez.

Já as cotas de um FII que são alvo de investidor pessoa física são negociados na B3 (antiga Bovespa). Uma vez que o negócio for fechado o investidor comprador envia o dinheiro e o investidor vendedor recebe seu dinheiro no 3 dia útil após a venda. Tudo isso sem qualquer burocracia.

9) Acesso a investidores de qualquer porte

Os fundos de investimento imobiliários possuem cotas bastante acessíveis. Em alguns casos como o FLMA11 é possível investir com pouco mais de R$ 2,00. Isso acaba possibilitando tanto pequenos poupadores como grandes fundos de pensão e fundos internacionais terem acesso a este mercado.

10) Fracionamento

Caso o proprietário de um imóvel precise utilizar parte dos recursos ele não poderá vender apenas uma parte do imóvel. É impossível vender apenas um quarto. Já nos fundos imobiliários é possível vender somente o valor estritamente necessário e de forma praticamente imediata.

Se no próximo mês você puder investir esses recursos novamente, basta acessar seu Home Broker e recomprar as cotas do fundo imobiliário.

Fonte: TopInvest